14/08/2022

Na busca por um cabelo e unhas mais saudáveis, muitas pessoas se deparam com possibilidades terapêuticas que prometem ajudar com essa situação. Uma das mais comuns é o suplemento de biotina, mas você sabe por que ele pode ser indicado para essa situação?

A biotina possui diversas funções vitais no nosso organismo, entre as quais está justamente o fortalecimento de unhas e cabelos.

Quer entender na prática o que é, como age e para que serve o suplemento de biotina? Confira abaixo!

O que é a biotina?

A biotina, também conhecida como vitamina H ou B7, é um micronutriente hidrossolúvel que auxilia o corpo a metabolizar gorduras, carboidratos e proteínas¹.

Uma curiosidade interessante é que ela também é chamada de vitamina H por conta das palavras "Haar und Haut", que em alemão significam cabelo e pele, respectivamente², o que revela uma das suas principais funções.

Além disso, ela também é necessária para a atuação de diversas enzimas conhecidas como carboxilases, parte importante de processos metabólicos, como a produção de glicose e ácidos graxos².

Ela não pode ser sintetizada pelas células humanas, mas é produzida por bactérias no nosso corpo e está presente em inúmeros ingredientes. Como ela não é armazenada no nosso organismo, é preciso consumi-la diário¹.

Para que serve a biotina no organismo?

A biotina ajuda o nosso corpo a converter os alimentos em energia, pois auxilia várias enzimas envolvidas no processo de quebra de carboidratos, gorduras e proteínas².

Além disso, ela está envolvida em¹:

  • manter a saúde na gravidez
  • há algumas evidências de que ela pode melhorar a força e a durabilidade de unhas, além de ajudar na saúde da pele e do cabelo
  • diminuir níveis de glicose no sangue (muitos estudos têm testado a habilidade desta vitamina de reduzir a glicose no sangue em pessoas com diabetes tipo 1 e tipo 2)
  • ajudar a reduzir danos neurais em pessoas que têm diabetes ou que estão passando por diálise por conta de doenças nos rins
  • algumas pesquisas sugerem que altas doses de suplemento de biotina podem colaborar a melhorar sintomas de pessoas com esclerose múltipla, uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso.

Como age o suplemento de biotina?

O suplemento de biotina funciona complementando os níveis deste micronutriente no organismo.

Ele pode ajudar em algumas condições médicas, como por exemplo¹:

  1. perda de cabelo

 

  1. unhas quebradiças

 

  1. dermatite seborreica

 

  1. diabetes

 

  1. depressão leve.

O suplemento de biotina pode ser indicado para as pessoas que possuem insuficiência deste micronutriente. Entre os sinais e sintomas dessa carência estão³:

  • queda de fios com progressão para perda de todos os pelos do corpo
  • erupção cutânea escamosa e vermelha ao redor das aberturas do corpo, como olhos, nariz, boca e períneo
  • conjuntivite
  • quantidades anormais de ácido na urina
  • infecção de pele
  • unhas quebradiças
  • depressão, letargia, alucinações e formigamento nas extremidades.

Quem costuma comer regularmente ovos crus também deve estar atento a esse tema, pois isso pode causar uma deficiência de biotina².

Isso porque a clara de ovo crua contém uma proteína que impede o corpo de absorver adequadamente esta vitamina².

Quais são as opções de suplemento de biotina?

Os suplementos de biotina para o cabelo estão disponíveis em formulações isoladas, ou até mesmo combinados com outras vitaminas e minerais¹.

Um exemplo é o suplemento de biotina com zinco, um mineral que participa de diversos processos fisiológicos do metabolismo celular4.

Um estudo feito com um suplemento de biotina, zinco e outros ingredientes demonstrou que mulheres com queda de fios associada à má alimentação, estresse, influências hormonais ou ciclos menstruais anormais tiveram resultados positivos de crescimento de cabelo graças a essa terapia5.

O uso de um suplemento de biotina com zinco e outros princípios ativos para esses casos começou a ser avaliado por conta de observações que perceberam que a alopecia (queda de cabelo) é uma das consequências associadas à deficiência desses dois micronutrientes6.

Agora, se você pensa em utilizar um suplemento de biotina para a barba, saiba que algumas pesquisas sugerem que essa vitamina pode ajudar a melhorar a espessura dos fios em pessoas com condições como alopecia, no entanto a barba não é mencionada especificamente7.

É possível que você busque um suplemento de biotina para a barba porque ela desempenha um papel na produção de queratina, a principal proteína encontrada no cabelo, pele e unhas7, mas é importante avaliar a necessidade no seu caso.

Quando devo usar um suplemento de biotina e de vitamina D?

O ideal é sempre consultar um médico antes de iniciar o uso de qualquer tipo de suplemento alimentar.

Entre as avaliações que ele pode fazer está a de insuficiência de micronutrientes como a biotina, o zinco e a vitamina D.

A suplementação de vitamina D geralmente é indicada especificamente para os grupos com maior risco de deficiência desse nutriente8, tais como:

  • gestantes
  • idosos com histórico de fraturas
  • obesos
  • pacientes com doença renal crônica
  • pacientes com síndromes de má-absorção (fibrose cística, doença inflamatória intestinal, doença de Crohn)
  • pacientes com raquitismo/osteomalácia, osteoporose e hiperparatiroidismo secundário.

Porém, cada vez mais atividades vêm sendo realizadas em ambientes fechados, dificultando a exposição solar para a síntese cutânea de vitamina D, o que traz mais um fator de risco para a absorção deste micronutriente.

Se você sofre com queda de cabelo e suspeita que pode estar com carência de vitamina D, procure seu médico para verificar a necessidade de suplementação. Além disso, também é importante optar por produtos bem avaliados e marcas responsáveis.

Addera, por exemplo, vitamina D mais recomendada pelos médicos no país9, possui em seu portfólio Addera + Cabelo & Unhas, um complexo vitamínico com vitamina D3, biotina e Zinco para auxiliar a saúde do seu cabelo, pele e unhas.

 

Referências bibliográficas: