14/08/2022

Como as vitaminas são nutrientes essenciais ao nosso organismo, manter seus níveis adequados é crucial para a manutenção da saúde. Por isso eu te pergunto: você sabe o que é hipovitaminose e como ela impacta o seu bem-estar?

Neste artigo explicamos tudo sobre o problema, mostrando as possíveis consequências das hipovitaminoses, diagnóstico e tratamento.

Vem com a gente!

O que é hipovitaminose?

A hipovitaminose é caracterizada pela falta de uma ou mais vitaminas no organismo. Ela é geralmente causada por dietas muito restritas - como no caso de vegetarianos, que não ingerem alimentos de origem animal - ou por problemas de saúde que levam a má absorção de nutrientes 1, 2.

As vitaminas desempenham muitas funções fisiológicas cruciais, tais como o crescimento e o metabolismo, auxiliando por exemplo na renovação de tecidos e fornecimento de energia ao corpo.

Na maioria das vezes, nosso organismo não é capaz de produzir as vitaminas de que precisamos, sendo necessário obtê-las por meio da alimentação ou de suplementos alimentares ¹.

A não manutenção de níveis adequados desses nutrientes pode levar a quadros de hipovitaminose e afetar seriamente nossa saúde, causando problemas como perda óssea, má formação fetal e até mesmo prejuízos a nossa imunidade ².

Hipovitaminose e hipervitaminose: qual a diferença?

Assim como a falta de vitaminas (hipovitaminose) pode causar danos à nossa saúde, seu excesso, chamado hipervitaminose, também pode.

A hipervitaminose acontece pelo armazenamento de altos níveis de alguma vitamina no organismo, levando a sintomas de toxicidade ¹.

O excesso de vitamina A, por exemplo, pode causar visão turva, confusão mental, sonolência, aumento da pressão intracraniana, entre outros.


Sintomas de hipovitaminose e possíveis consequências à saúde

Agora que você já sabe o que é hipovitaminose, vamos conversar sobre seus sintomas?

Os sinais da falta de vitamina no organismo dependem do seu tipo. Cada um desses micronutrientes possui funções orgânicas específicas, podendo impactar sua saúde de diferentes maneiras.

Listamos a seguir algumas das principais vitaminas e as consequências de suas hipovitaminoses. Acompanhe!

Hipovitaminose A

Como a vitamina A é um nutriente crucial para a manutenção da visão, sua hipovitaminose vai afetar principalmente esse sentido.

A hipovitaminose A pode causar alterações nos olhos e levar a um quadro conhecido como cegueira noturna, que se configura por uma dificuldade de enxergar em ambientes com pouca luz.

Hipovitaminose das vitaminas do complexo B

Existem diversas vitaminas do complexo B e a falta de cada uma delas pode configurar um problema de complexidade diversa à saúde, desde ressecamento da pele à má formação fetal.

A falta de vitamina B1, pode causar o Beriberi, cujos sintomas incluem perda de apetite, fraqueza, dor nos membros, falta de ar e pés e pernas inchados. Já a deficiência da B2 pode causar lesões nos lábios. A falta de B3 é responsável pelo pelagra, doença caracterizada pela tríade dos “Ds”: dermatite, demência e diarreia.

A B7, muito conhecida como biotina, quando falta ao organismo, pode causar sintomas como dermatite ao redor dos olhos, nariz e boca. Já o ácido fólico é fundamental para as grávidas, já que níveis inadequados durante a gestação podem aumentar os riscos de malformação fetal.

Por último, a deficiência severa da B12 tem como principal consequência a anemia perniciosa, doença autoimune que tem como característica o crescimento anormal e descontrolado das células.

Hipovitaminose C

A vitamina C é essencial para a formação de colágeno. Sua falta pode resultar em problemas na pele e em tecidos conjuntivos e sua deficiência severa pode levar ao escorbuto, doença que tem como sintomas hematomas, sangramento nas gengivas, fraqueza e irritação na pele.

Hipovitaminose D

A vitamina D é responsável pela absorção e manutenção equilibrada de cálcio no organismo. Portanto, a falta desse nutriente pode afetar principalmente a saúde dos ossos, gerando problemas como a perda de massa óssea.

Hipovitaminose K

Como a vitamina K está ligada aos mecanismos de coagulação sanguínea, sua falta pode ocasionar problemas como o desenvolvimento de sangramentos e hemorragias.

Qual o melhor exame para indicar a hipovitaminose?

Exames de rastreio de sangue podem indicar uma hipovitaminose. Porém, eles geralmente só são indicados em casos específicos, como em grupos com risco aumentado para a deficiência de alguma vitamina.


Como tratar a hipovitaminose?

Após saber o que é hipovitaminose, você deve estar curioso sobre como resolver esse problema, não é mesmo?

A deficiência de vitaminas geralmente é revertida com a ingestão correta de alimentos ricos nesses nutrientes ou com o uso de suplemento alimentar. Converse com seu médico sobre a melhor opção para você, além de recomendações sobre dosagens necessárias etc.

Falando nisso, você já conhece Addera? Sabia que ela é a vitamina D número 1 do Brasil 3 e a mais recomendada pelos médicos no país 4?

Conheça nossos suplementos, compostos por diversas vitaminas e minerais que auxiliam sua saúde e ajudam seu organismo a enfrentar os desafios do dia a dia!

Referências bibliográficas: