14/08/2022

A vitamina D para unhas é importante por estar relacionada aos mecanismos de divisão celular.

Uma nutrição insuficiente pode ser um dos fatores ligados ao enfraquecimento das unhas, assim como outras alterações importantes em seu aspecto ³.

Neste artigo, vamos falar sobre como a vitamina D pode ajudar na saúde de suas unhas, além de outros cuidados importantes. Além disso, iremos mostrar como obter esse nutriente.

Vamos lá?

Qual a importância da Vitamina D para as unhas?

A vitamina D para unhas é importante porque ela auxilia o mecanismo de divisão celular. Ela pode, por exemplo, estimular a diferenciação de queratinócitos (células do tecido epitelial e invaginações da epiderme para a derme - como os cabelos e UNHAS - responsáveis pela síntese da queratina) ¹.

O que pode causar unha fraca?

Unhas fracas, bem como o aparecimento de manchas, estrias e descamações podem ser causadas por diversos fatores, tais como:

  • falta de nutrientes, entre eles a vitamina D ³
  • questões de saúde como menopausa precoce, anemia, alterações tireoideanas ³
  • efeito adverso de medicações ³
  • uso frequente de esmaltes e removedores ³
  • exposição a agentes químicos utilizados diariamente como detergentes 4
  • infecções fúngicas 4
  • traumas repetitivos como digitação 4.

De acordo com informações da Sociedade Brasileira de Dermatologia, &ldquoa unha saudável é lisa, sem estriações, descamação, descolamento ou fendas. Apresenta o crescimento contínuo e as dobras lateral e proximal da pele, que as protege, devem estar íntegras&rdquo ³.

Alterações da cor, da forma e da sensibilidade das unhas podem indicar problemas tanto superficiais e locais, quanto mais graves em sua saúde. Portanto, o ideal é procurar um dermatologista para que ele o avalie ³.

6 cuidados essenciais para a saúde das unhas

Além de mostrar a importância da vitamina D para as unhas, consideramos vital destacar também alguns cuidados necessários para manter suas unhas saudáveis 2 e 3:

  1. use removedores de esmaltes livres de acetona, pois ela desidrata e resseca sua unha
  2. utilize luvas ao trabalhar em atividades domésticas, evitando assim as agressões dos produtos de limpeza
  3. hidrate as unhas com óleo, assim você previne sua descamação
  4. antes de passar o esmalte, hidrate a unha e use uma base-esmalte prévia
  5. deixe as unhas sem esmalte pelo menos uma semana ao mês, pois o uso ininterrupto do produto resseca e enfraquece as unhas
  6. evite lixar a parte de cima, pois isso retira camadas de queratina e deixa as unhas mais frágeis e finas.

Como obter vitamina D para as unhas?

Agora que você já sabe que a vitamina D pode ajudar na saúde das a unhas, deve estar se perguntando qual a melhor maneira de obter esse nutriente, correto?

Vamos começar com as doses diárias recomendadas para manutenção de vitamina D que, de acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), variam conforme idade, condições de saúde e necessidade nutricional de cada pessoa 5.

Observe a tabela da SBEM abaixo:

 class=

Entre adultos e crianças saudáveis, essa dose varia entre 400 e 600 U.I. / dia. Já para idosos, ela aumenta para 800 U.I/dia. Por fim, na população com risco elevado de deficiência de vitamina D, ela pode chegar a 2000 U.I. / dia.

Mas como garantir essas doses de vitamina D para as unhas? Confira suas possíveis fontes:

Exposição solar

Em países com boa incidência solar, 90% a 95% da vitamina D pode ser obtida através de síntese cutânea 6.

Para tanto, você deve se expor diariamente ao sol, por 10 a 15 minutos 7.

O melhor sol para vitamina D é o de 10h às 16h, período com maior presença de raios UVB. Porém, ele também é o mais prejudicial para a pele, sendo associado ao câncer e ao envelhecimento precoce 8.

Por isso, tome os seguintes cuidados:

  • Deixe braços e pernas expostos, mas proteja partes sensíveis como rosto e colo
  • Não exagere no tempo de exposição, para evitar a vermelhidão da pele, sinal de lesão pelo sol
  • Quando terminar, proteja também o restante do corpo, seja com protetor solar ou roupas adequadas para isso.

 

Alimentação

Fontes alimentares de vitamina D podem suprir apenas cerca de 20% de suas necessidades no organismo 6.

A vitamina D está presente em:

  • Peixes como salmão, atum, sardinha e cavala
  • Óleo de fígado de bacalhau
  • Cogumelos
  • Gema de ovo.

Veja a quantidade de vitamina D presente em cada porção desses alimentos:

 class=
Fonte: Adaptado de Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

 

Suplementação

A suplementação é indicada principalmente para grupos com risco de deficiência de vitamina D 5. Entre eles:

  • Gestantes
  • Idosos
  • Obesos
  • Pessoas com pele escura (a melanina atua como barreira para a radiação UVB) 3
  • Pacientes com doença renal crônica
  • Pacientes com síndromes de má-absorção (fibrose cística, doença inflamatória intestinal, doença de Crohn)
  • Pacientes com raquitismo/osteomalácia, osteoporose e hiperparatiroidismo secundário.

Quando alguém tem dificuldade em tomar sol no dia a dia, a suplementação também pode ajudar 5.

Porém, reforçamos que é fundamental consultar um profissional de saúde para orientar a suplementação.

Portanto, para saber se você quer saber mais sobre a saúde das suas unhas, procure um dermatologista.Addera , a vitamina D número 1 do Brasil 9, e a mais recomendada pelos médicos no país 10, possui a linha Addera + Cabelos e unhas, um complexo vitamínico rico em nutrientes para ajudar a saúde de suas unhas.

Referências bibliográficas: