14/08/2022

Usar filtro solar ou se expor ao sol sem proteção para obter vitamina D é uma dúvida que muitas pessoas têm. Mas será que passarprotetor solar impede a vitamina Drealmente?

Neste artigo explicamos se isso faz sentido e mostramos qual a recomendação de órgãos especializados no que diz respeito à vitamina D e àfotoproteção.

Vamos lá?

Protetor solar impede vitamina D?

Não há um consenso sobre o assunto. Alguns estudos indicam que o protetor solar não impede completamente, mas reduz a síntese cutânea de vitamina D ¹.

Como o melhor sol para o metabolismo da vitamina D é o de 10h da manhã às 4h da tarde, quando os raios UVB estão mais presentes, justamente o horário considerado mais nocivo à pele, a recomendação geral é ter bom senso ³.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), 10 a 15 minutos diários de exposição solar, com apenas algumas partes do corpo expostas, são suficientes para manter a produção e adequação dos níveis dessa vitamina no organismo4.

Portanto, a palavra de ordem éMODERAÇÃO.Não abra mão do filtro solar no seu dia a dia, pois ele é vital para evitar os danos causados pelos raios solares.

Aotomar sol para vitamina D, aplique o protetor principalmente em áreas mais sensíveis, como rosto e colo. E assim que finalizar seus minutos diários de exposição, não deixe de aplicar o filtro solar no restante do corpo.

Por que o sol é crucial para a obtenção da vitamina D?

Após saber se oprotetor solar impede a absorção de vitamina D, vamos entender por que se expor ao sol é fundamental para manter os benefícios desse nutriente?

A radiação solar é a principal forma de se obter vitamina D5. Em países nos quais a incidência de sol é alta o ano inteiro, como é o caso do Brasil, a exposição solar é responsável por 90% a 95% da síntese desta vitamina6.

Fontes alimentares de vitamina Dtambém existem, mas são poucas e não dão conta do aporte diário necessário4, podendo suprir apenas cerca de 20% das necessidades do organismo6.

Observe as doses diárias de manutenção indicadas pelaSociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM):

 class=

Como é possível observar, essas doses podem variar entre 400 e800 U.I. / dia, dependendo da idade e das condições de saúde de cada pessoa.

Agora observe as fontes alimentares de vitamina D e a quantidade presente por porção em cada alimento:

Fonte: addera.com.br

Apesar de alguns alimentos possuírem quantidade relevante de vitamina D, como o salmão selvagem por exemplo, eles não estão presentes no cardápio diário da maioria das pessoas e seria necessário consumi-los todos os dias para manter as taxas recomendadas4.

Por isso, o sol é imprescindível para não deixar faltar a vitamina D de que seu corpo precisa. Mas sempre tomando todos os cuidados para evitar os danos causados pela exposição solar excessiva, como explicamos logo no início deste artigo.

E por que a vitamina D é tão importante?

A vitamina D desempenha papéis essenciais no corpo humano, com ação comprovada em sistemas como o musculoesquelético e o imune. Veja algumas de suas funções7:

  • é imprescindível para a absorção do cálcio no intestino e atua no estímulo de células ósseas, contribuindo assim para a formação de ossos e dentes saudáveis
  • atua nos mecanismos de força muscular e equilíbrio
  • atua na resposta imunológica, auxiliando na proliferação de células de defesa e ajudando a controlar a liberação exagerada de substâncias inflamatórias.

E quando não é possível se expor ao sol para obter vitamina D?

Depois de saber sepassar protetor solar impede vitamina D, e o quão o sol é importante para a síntese desse nutriente, você pode estar se perguntando: "mas, se eu não posso ou não consigo me expor ao sol o suficiente, o que fazer?&rdquo

De acordo com as recomendações da SBEM,a suplementação com vitamina D é indicada tanto para indivíduos com baixa exposição solar por motivo inespecíficocomo também paraaqueles quepossuam contraindicação clínica a tomar sol, como no caso de pessoas com câncer de pele, transplantadas ou com lúpus eritematoso sistêmico5.

Portanto, se você se enquadra nesses casos, consulte seu médico para que ele oriente a sua suplementação, de acordo com suas necessidades nutricionais.

Falando em suplementos, você conheceAddera, a vitamina D número 1 do Brasil8e a mais recomendada pelos médicos no país9?

Nossa linhaADDERA +possui diversos suplementos de vitamina D em associação com outros nutrientes imprescindíveis para sua saúde. Confira!

 

Referências bibliográficas: