14/08/2022

A falta de vitamina D na adolescência e, principalmente na infância, pode trazer problemas relacionados ao desenvolvimento ósseo e crescimento, já que esta vitamina está diretamente ligada ao metabolismo do cálcio no organismo¹.

Além disso, essa vitamina desempenha outros papéis importantes no organismo, seja de crianças, adolescentes ou adultos.

A vitamina D em sua forma ativa, o hormônio calcitriol, participa³:

  • dos mecanismos de força muscular e equilíbrio
  • dos processos de proliferação e diferenciação celular
  • da resposta imunológica.

Mas você sabe quanta vitamina D os adolescentes precisam em seu dia a dia e o que pode causar a falta desse nutriente fundamental? Não? Então continue acompanhando para descobrir!

De que quantidade de vitamina D os adolescentes precisam? Como obtê-la?

De acordo com o documento Recomendações da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) para o diagnóstico e tratamento da hipovitaminose D, adolescentes precisam de doses de manutenção diárias de vitamina D de 600 U.I².

Veja a tabela retirada do documento da SBEM:

 class=

Isso também é o que preconiza a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), em seu documento que trata da falta de vitamina D na adolescência e na infância ¹.

Aliás, este mesmo documento orienta que os adolescentes devem ser estimulados &ldquoa prática de atividades ao ar livre associada à exposição solar segura&rdquo para obter a vitamina D de que precisam, já que a síntese cutânea é a principal maneira de obter esse nutriente.

Além disso, devem adotar hábitos alimentares saudáveis, incluindo o consumo de alimentos fonte de vitamina D, que você pode conferir na tabela abaixo:

Fonte: Adaptado de Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

Sobre a necessidade de suplementar vitamina D em adolescentes, falaremos mais adiante neste artigo. Continue acompanhando!

O que causa a falta de vitamina D nos adolescentes?

Para entender o que causa falta de vitamina D na adolescência, vamos observar alguns fatores de risco que podem afetar os níveis adequados desse nutriente no organismo.

De acordo com o documento de recomendações da SBEM, algumas condições de saúde aumentam o risco de deficiência de vitamina D², entre elas estão:

  • obesidade
  • doença renal crônica
  • síndromes de má-absorção (fibrose cística, doença inflamatória intestinal, doença de Crohn)
  • raquitismo/osteomalácia, osteoporose e hiperparatiroidismo secundário.

Além disso, de acordo com a SBEM, indivíduos com baixa exposição solar constituem-se na principal população com hipovitaminose D².

Isso é explicado pelo fato de que, como já explicamos no tópico anterior, a principal maneira de se obter vitamina D é através de sua síntese cutânea, que acontece quando os raios UVB solares entram em contato com a pele1.

Porém, atualmente, os hábitos &ldquoindoor&rdquo, com a maioria das atividades sendo realizadas em ambientes fechados pelos adolescentes, não favorecem a exposição solar adequada para a produção de vitamina D.

Adolescente pode tomar vitamina D?

A suplementação de vitamina D para adolescentes é geralmente indicada em casos específicos, como em condições de saúde que aumentem o risco de deficiência.

Mais especificamente, o documento da SBP trata como grupos de risco os adolescentes¹:

  • com pele escura
  • com exposição ao sol limitada e necessidade de rigorosa fotoproteção
  • com má-absorção de gorduras
  • com insuficiência renal e síndrome nefrótica
  • em uso de drogas como rifampicina, isoniazida e anticonvulsivantes (fenitoína e fenobarbital).

A dose mínima diária preconizada para prevenção é de 600 UI com monitoramento periódico e reajuste quando necessário¹.

Tratamento com doses maiores podem ser iniciados em situações de deficiência (concentrações séricas de 25-OH-D inferiores a 20ng/mL)¹.

De toda forma, procure o médico responsável pelo adolescente para investigar suas necessidades nutricionais e a necessidade de suplementação.

Falando em suplementos, você conhece Addera, a vitamina D número 1 do Brasil4 e a mais recomendada pelos médicos no país5?

Nossa linha ADDERA + possui diversos suplementos de vitamina D em associação com outros nutrientes imprescindíveis para sua saúde. Confira!

 

Referências bibliográficas: