14/08/2022

Não é segredo que alimentação saudável e exercício ao ar livre são grandes aliados da longevidade, certo? Mas você sabia que eles também podem ser parceiros para melhorar os níveis de vitamina D?

Da alimentação, incluir alimentos com alto teor de vitamina D é fundamental. ¹ Já em relação aos exercícios físicos, fazer o treino ao ar livre durante o dia pode ajudar na exposição solar.

Claro, a atividade física por si só já traz inúmeros benefícios, mas em uma rotina corrida, encontrar espaço para alguns minutos de sol pode ser um desafio.

Nesse cenário, os exercícios ao ar livre podem ser a solução. Assim, além de movimentar o corpo, você aumenta sua exposição solar, um aspecto indispensável para a síntese de vitamina D. ²

No Brasil, 77% dos adultos possuem um grau moderado de deficiência de vitamina D. Por isso, se você não quer fazer parte do time que apresenta baixos índices deste hormônio tão importante, descubra o que você pode fazer ao ar livre para reverter essa situação. ³

Vamos lá!

4 melhores exercícios ao ar livre para praticar

Por mais que se expor ao sol por 10 a 15 minutos diariamente seja suficiente para obter vitamina D, não é todo mundo ou todos os dias que conseguimos parar para isso. 4

Ainda mais se considerarmos que o melhor sol para vitamina D é o de 10h às 16h, horário em que estamos normalmente ocupados com outras tarefas. 5

Além disso, a maioria das pessoas possui hábitos de vida que desfavorecem a exposição solar, como passar muito tempo em escritórios ou até realizar atividades físicas, mas em ambientes fechados como as academias.

Por isso, chegou a hora de conhecer exercícios para fazer ao ar livre e começar a aproveitar esses momentos para pegar um pouco mais de sol.

1. Caminhada

Você já imaginou que a caminhada, a ação mais rotineira do mundo, é um dos exercícios ao ar livre mais interessantes para a exposição solar?

E o melhor: é uma das atividades mais fáceis de incluir em uma rotina, mesmo as mais agitadas.

Afinal, basta fazer algumas trocas inteligentes para conseguir aproveitar momentos para se exercitar e se expor ao sol, auxiliando a síntese de vitamina D do seu corpo.

Você pode trocar a ida a lugares próximos de carro por caminhadas, por exemplo. Pode reduzir os chamados de uber e aproveitar para ir andando até o restaurante para o almoço.

Se você faz academia em um ambiente fechado, pode passar a ir andando para já começar um treino ao ar livre&hellip as oportunidades são infinitas!

Entre os benefícios do exercício ao ar livre, especificamente da caminhada, podemos destacar:

  • controle do peso corporal 6
  • combate a problemas cardiovasculares 6
  • controle da glicose no sangue 6
  • melhora a estabilidade das articulações 6
  • melhora da resposta do sistema imunológico. 6

Além disso, a atividade física ao ar livre, principalmente próxima à natureza, também pode ajudar na manutenção da saúde mental e bem-estar. Portanto, aproveite! 6

2. Bicicleta

Se você já ouviu alguém usar a frase &ldquoé como andar de bicicleta, a gente nunca esquece&rdquo, saiba que é verdade.

Por isso, se durante a infância a bike fez parte das suas brincadeiras, que tal reviver a atividade para praticar exercícios ao ar livre?

Você também pode dar um tempo nas aulas de spinning na academia e levar a atividade para a rua. Tem coisa melhor?

Andar de bicicleta regularmente pode ajudar a:

  • perder de peso corporal 7
  • reduzir a pressão arterial 7
  • aumentar a resistência e capacidade aeróbica. 7

Se incluir os exercícios ao ar livre é difícil em sua rotina, talvez seja hora de investir nas substituições. Que tal deixar o carro na garagem por alguns dias e experimentar ir para o trabalho de bike?

Além de aproveitar melhor o seu tempo, você movimenta o corpo e, claro, aumenta sua exposição solar.

3. Pular corda

Está aí outro entre os exercícios ao ar livre que você provavelmente já praticou muito durante a infância: pular corda. Já pensou em incluí-lo em seu treino ao ar livre?

Pular corda é uma atividade aeróbica que pode trazer muitos benefícios para a saúde, como:

  • melhora da força muscular e o condicionamento cardiovascular 8, 9
  • trabalha o equilíbrio e coordenação motora 10
  • fortalece os ossos 11
  • melhora a resistência física. 11

Para obter esses ganhos, você só precisa de um par de tênis e uma corda!

E não é necessário fazer diferentes tipos de pulos ou fazer um treino de alta intensidade, desde que você pratique pelo tempo recomendado, pode aproveitar sua corda para praticar exercícios ao ar livre.

4. Yoga

Por fim, um exercício físico que também pode ser praticado ao ar livre e pode ajudar na manutenção da saúde física, além de favorecer a saúde mental, é o yoga. 12

Com alguns movimentos mais elaborados e muito trabalho de respiração, fazer um treino ao ar livre pode ser interessante para tornar esse momento mais leve, longe do estresse da rotina.

Além disso, ao optar pelo treino na rua, em uma praça, parque, você aumenta a sua exposição ao sol, auxiliando a síntese de vitamina D pelo seu organismo.

Agora você conhece alguns exercícios para praticar ao ar livre que podem trazer muitos benefícios para sua saúde.

Por isso, sempre que puder, troque os ambientes fechados pelo dia para aproveitar o momento do treino para aumentar seu tempo no sol!

E para auxiliar no controle dos níveis de vitamina D do seu organismo, além dos exercícios ao ar livre e da alimentação, você também pode contar com a suplementação.

Se o suplemento for indicado para você, experimente Addera, a vitamina D número 1 do Brasil e a mais recomendada por médicos no país. 13, 14

Nossa linha ADDERA + possui diversos suplementos de vitamina D em associação com outros nutrientes imprescindíveis para sua saúde. Confira!

Referências bibliográficas: