14/08/2022

Quando sintomas como espirros, coriza e congestão nasal surgem, é comum bater aquela dúvida: “o que será eu tenho: alergia ou resfriado”?  

Ambas as condições podem ser confundidas, já que possuem sinais semelhantes. Por isso, para ajudá-lo a entender se está passando por uma crise alérgica ou está resfriado, neste artigo vamos esclarecer questões como o que causa cada um, seus sintomas, tratamentos etc. 

Vamos lá? 

Como diferenciar resfriado de alergia? 

Vamos começar dizendo que saber se você tem alergia ou resfriado vai depender do que causou seu mal-estar. Então vamos entender melhor o que é, o que causa cada uma dessas condições e seus sintomas? 

Resfriado  

O resfriado é uma infecção respiratória causada por vírus, mais especificamente por três diferentes tipos: Rinovírus, Adenovírus e Sincicial respiratório (VSR) 1

Sua transmissão e contágio se dá diretamente, por meio de gotículas de secreção respiratória espalhadas no ar quando a pessoa tosse, espirra ou fala, ou indiretamente, quando alguém toca objetos contaminados e depois leva as mãos ao rosto ².  

Os sintomas de resfriado costumam incluir coriza, congestão nasal, tosse, dor no corpo e dor de garganta leve. Não é comum uma pessoa resfriada apresentar febre e, quando há, ela é baixa ¹.  

Tratamento e prevenção do resfriado 

Não há medicamentos específicos para o resfriado, seu tratamento se resume ao alívio dos sintomas, hidratação, alimentação saudável e descanso ².  

Para prevenir o resfriado é essencial:  

  • manter a higiene frequente das mãos  
  • evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca 
  • manter os ambientes bem ventilados; 
  • evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de resfriado. 

Para evitar contaminar outras pessoas, caso esteja resfriado: 

  • utilize lenço descartável para higiene nasal; 
  • cubra nariz e boca quando espirrar ou tossir; 
  • higienize as mãos após tossir ou espirrar; 
  • não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas. 

Alergia respiratória 

A alergia respiratória - mais especificamente a rinite alérgica - é uma resposta do seu sistema imunológico a algum alérgeno (poeira, ácaros, pelos de animais, produtos de limpeza etc.), que geralmente desencadeia uma inflamação do revestimento interno do nariz, após ocorrer o contato da mucosa com o alérgeno³.  

Os sintomas de alergia respiratória são muito parecidos com os de um resfriado: espirros, coriza, congestão nasal e irritação na garganta. Os olhos também costumam ficar irritados nesse caso ³. 

Como os sinais são semelhantes, é difícil saber em um primeiro momento se é alergia ou resfriado. Porém, quando se trata de uma crise alérgica, esses sintomas costumam persistir por mais de dez dias ³. 

Uma dica importante para diferenciar os quadros alérgicos de resfriados, é que os sintomas alérgicos são mais intensos sempre que o paciente entra em contato com o alérgeno que desencadeia as crises, o que não acontece no resfriado. 

Tratamento e prevenção da alergia 

O tratamento geralmente consiste no afastamento do agente causador da alergia e na administração de antialérgicos para amenizar os sintomas ³.   

Quando não diagnosticada e tratada devidamente, a rinite alérgica pode causar complicações tais como ³: 

  • a respiração oral, causada pelo constante entupimento das narinas, pode provocar aumento de cáries, alteração na deglutição, mordida torta dos dentes, sono agitado e ronco; 
  • consequentes sinusites, amigdalites, otites etc.;
  • alterações no olfato, paladar, audição, dores de cabeça constantes, falta de ar, além de olheiras e alterações oculares. 

Para prevenir uma crise alérgica é preciso primeiro descobrir o que realmente está te causando alergia. Então procure seu médico para orientações sobre como realizar um diagnóstico correto. 

  • A partir daí, você vai saber o que fazer para evitar suas crises. Por exemplo, se você é alérgico à poeira e ácaro, deve tomar medidas como ³: 
  • lavar a roupa de cama semanalmente;  
  • evitar tapetes, carpetes, cortinas e almofadas no quarto de dormir; 
  • caso mantenha cortinas, opte pelo tipo persianas ou de material que possa ser limpo com pano úmido. 
  • dar preferência por pisos de madeira ou cerâmica;  
  • utilizar aspirador de pó com filtros de alta eficiência; 
  • preferir limpezas com panos úmidos à vassoura 
  • manter os ambientes bem ventilados. 

Bônus: dica de ouro contra alergia e resfriado 

Depois dessas informações, já consegue saber se tem alergia ou resfriado? Independentemente disso, temos uma dica que vai auxiliar seu organismo a enfrentar os desafios que se apresentam, sejam eles um resfriado, uma gripe ou uma crise alérgica: manter sua imunidade em dia.  

Para isso, é importante seguir as diretrizes gerais de boa saúde, algumas as quais listamos a seguir 4: 

  • abstenha-se de substâncias prejudiciais como cigarro e álcool; 
  • alimente-se bem, com refeições nutritivas e balanceadas e hidrate-se; 
  • exercite-se regularmente; 
  • cuide para que seus níveis de vitaminas e minerais que auxiliam a imunidade estejam adequados, dentre elas a vitamina D, uma importante aliada do sistema imune; 
  • durma bem, pois o descanso também é fundamental; 
  • tente minimizar o estresse 
  • e mantenha as vacinas em dia. 

Falamos mais sobre o assunto aqui no blog, dando dicas detalhadas de como cuidar das suas defesas. Você pode encontrar o artigo aqui: Como deixar a imunidade em dia? 10 dicas essenciais. 

Ainda falando sobre manter a imunidade em dia, você conhece Addera, a vitaminas mais recomendada pelos médicos do País 5? Com a linha Addera + Imunidade, você tem um suplemento alimentar para imunidade com vários nutrientes que ajudam seu sistema imune. Confira! 

Referências bibliográficas: