14/08/2022

Zinco e vitamina D e C são importantes aliados de sua imunidade, ajudando a modular a resposta imunológica e apoiando a função de várias células do sistema imunológico.

Neste artigo, mostraremos a você qual o papel de cada um desses nutrientes para as defesas de seu corpo e também como obtê-los.

Vamos lá?

Como o zinco atua em sua imunidade?

O zinco é necessário para o desenvolvimento e a comunicação das células imunológicas e desempenha um papel importante na resposta inflamatória ¹.

Esse importante mineral também protege especificamente as barreiras de tecido no corpo e ajuda a prevenir a entrada de agentes patogênicos estranhos ¹.

A deficiência deste nutriente afeta significativamente a capacidade do seu sistema imunológico de funcionar adequadamente, podendo resultar em um aumento do risco de infecção e doença, incluindo pneumonia 2 e 3.

O que a vitamina D faz por sua imunidade?

A vitamina D ajuda a regular as respostas imunológicas do organismo, podendo desempenhar papel tanto na imunidade inata quanto na adaptativa 4.

Na imunidade inata, aquela com a qual já nascemos, ela tem um papel estimulante. Estudos indicam que ela é importante na proliferação de suas células de defesa, principalmente dos monócitos e macrófagos 4.

Além disso, está envolvida no processo de produção de substâncias antimicrobianas que auxiliam na eliminação de bactérias, vírus e fungos invasores 4.

Já na imunidade adaptativa, que adquirimos ao longo da vida, a vitamina D tem um papel mais inibidor do que estimulante, pois ajuda a controlar a liberação de substâncias inflamatórias e também a produção de anticorpos contra si mesmo (autoanticorpos) 4.

Leia também: Guia completo sobre os benefícios da vitamina D para o organismo

Qual o papel da vitamina C para sua imunidade?

A vitamina C apóia a função de várias células do sistema imunológico e ajuda o funcionamento desse sistema durante seus desafios 5.

Ela também é necessária para a morte celular, o que ajuda a manter seu sistema imunológico saudável, eliminando as células velhas e substituindo-as por novas 6.

A vitamina C também funciona como um poderoso antioxidante, protegendo contra os danos induzidos pelo estresse oxidativo, que ocorre com o acúmulo de moléculas reativas conhecidas como radicais livres.

O estresse oxidativo pode afetar negativamente a saúde imunológica e está relacionado a várias doenças relacionadas à idade, como os cardiovasculares e dos rins 7.

Como obter zinco e vitamina D e C para auxiliar sua imunidade?

Agora que você já sabe o que zinco e vitamina D e C podem fazer por sua imunidade, deve estar curioso para saber como obter estes importantes nutrientes, não é mesmo?

O zinco e a vitamina C estão presentes em diversos alimentos que fazem parte da alimentação diária da maioria das pessoas.

Alimentos ricos em zinco incluem:

  • ostras, carne vermelha, fígado, espinafre, miúdos, ovos, nozes e leguminosas 8.

A recomendação deste mineral para a população sadia é de 8mg/dia para mulheres e 11mg/dia para homens 8.

As fontes alimentares de vitamina C são:

  • vegetais (folhas de salsa verde, couve, pimentão, couve de Bruxelas, brócolis, couve-flor, espinafre)
  • e frutas (morango, acerola, laranja, limão e outras frutas cítricas).

A recomendação de ingestão diária de vitamina D é de 75 mg/dia para mulheres adultas e, para homens, de 90 mg/dia 9.

Boas fontes alimentares de vitamina D são escassas e geralmente não fazem parte da alimentação diária da maioria das pessoas, como é o caso do salmão e dos cogumelos por exemplo 10.

Por isso, a principal maneira de obter vitamina D é através da síntese cutânea. Mas como seria isso? É que nosso corpo é capaz de produzir esse nutriente quando nossa pele é exposta aos raios UVB solares 11.

Para obter vitamina D, você deve se expor ao sol, diariamente, de 10 a 15 minutos, pelo menos com braços e pernas expostos. Mas não se esqueça de proteger partes sensíveis como o rosto e evitar a vermelhidão da pele, que é sinal de lesão pelo sol 10.

A recomendação de ingestão diária de vitamina D é de 600 a 2000 U.I por dia, para adultos, e de 400 a 1000 U.I por dia, para crianças. A dosagem vai depender das condições de saúde de cada pessoa 11.

Quando suplementar zinco e vitamina D e C?

A suplementação desses nutrientes geralmente é indicada apenas em casos de sua insuficiência no organismo, ou em casos nos quais alguém possui alguma condição que seja fator de risco para deficiência de zinco e vitamina D e C 8, 9 e 11.

Portanto, o ideal é procurar um médico para que ele avalie suas necessidades nutricionais e recomende, ou não, o uso de suplementos.

Além disso, também é importante optar por suplementos bem avaliados e marcas responsáveis. Addera, por exemplo, vitamina D mais recomendada pelos médicos no país12, também possui possui em seu portifólio Addera + Imunidade, um complexo rico em Zinco e vitamina D e C para ajudar sua imunidade.

 

Referências bibliográficas: