14/08/2022

A formação dos dentes começa antes mesmo de nascermos, durante a gestação, e passa por diversas etapas até termos cada um dos dentes permanentes. ¹

No entanto, para ter dentes saudáveis, é preciso cuidar de todo o processo, especialmente na fase infantil. ¹

Um passo importante para isso é garantir o nível de vitamina D e cálcio no organismo que, juntos, vão deixar os dentes mais saudáveis. ²

Se você não sabe como acontece a formação dos dentes, chegou a hora de descobrir tudo sobre esse assunto. Continue a leitura!

Quais os tipos de dentes?

Antes de saber mais sobre a formação dos dentes, é importante conhecer quais são os quatro tipos de dentes.

Cada um deles possui um papel fundamental na alimentação e fala. São eles:

  • Incisivos: ajudam a cortar os alimentos e possuem o formato de cinzel
  • Caninos: rasgam e agarram os alimentos, são dentes pontudos
  • Pré-molares: possuem dois pontos em cada dente que ajudam a esmagar e rasgar os alimentos
  • Molares: ajudam a mastigar e triturar os alimentos através dos vários pontos na superfície superior.

Como acontece a formação dos dentes?

A formação dos dentes possui dois estágios, a primeira é quando se formam os dentes decíduos, também conhecidos como dentes de leite. ¹

Já o segundo estágio da formação dos dentes é quando se formam os dentes permanentes, após a queda dos dentes decíduos. ¹

Ambos os estágios passam pelo processo chamado odontogênese, o processo de formação e desenvolvimento dos dentes. ¹

Todos os dentes que compõem a nossa arcada dentária, os 20 dentes decíduos e 32 dentes permanentes, são formados na odontogênese. ¹

A odontogênese dos dentes decíduos inicia na gestação e a dos dentes permanentes no primeiro ano de vida do bebê. ¹

A cronologia da formação dos dentes, ou seja, o processo de odontogênese é dividida em seis fases: ¹

  • lâmina dental
  • botão
  • capuz
  • campânula
  • coroa
  • raiz.

Abaixo, vamos entender um pouco mais sobre cada uma dessas fases.

1. Fase de Lâmina Dental

A fase inicial da formação de dentes é a de lâmina dental, onde o tecido bucal começa a se preparar para formar os dentes. ¹

A lâmina dental se divide em duas lâminas vestibular, dando origem ao fundo de sulco vestibular e uma lâmina dentária, que darão origem ao elemento dentário. ¹

Essa fase acontece durante a gestação, a partir da sexta semana de gravidez, e se desenvolve rapidamente. ¹

2. Fase de Botão

Também chamada fase de broto, essa fase se dá com a concentração de várias células prontas, que vão dar o desenvolvimento dos elementos dentários. ¹

3. Fase de Capuz

Nessa fase acontece a formação de elementos importantes, como a formação do folículo dental, da papila dentária e do esmalte-conjunto. ¹

É nessa fase também em que há o desenvolvimento do germe dental, um grupo de células que dão origem ao dente. ¹

4. Fase de Campânula

Na fase de campânula, o germe dental começa a se separar para a formação da raiz do dente. ¹

As células se dividem em 4 grupos: ¹

  • Epitélio externo do órgão do esmalte
  • Epitélio interno do órgão do esmalte
  • Estrato intermediário (participa na formação do dente)

 

  • Retículo estrelado.

 

5. Fase de Coroa

Na penúltima fase para formação dos dentes, há a deposição da dentina e do esmalte dentário na coroa do dente que vai se desenvolver. ¹

6. Fase de Raiz

Na última fase, há a formação da raiz radicular, e também a erupção do dente. ¹

É nessa fase que você pode perceber o nascimento do dentinho de um bebê, por exemplo, pois é a única etapa visível, mostrando o dente &ldquoapontando&rdquo, como falamos popularmente. ¹

Dente de leite X dente permanente: por que a troca acontece?

Você sabe o motivo de trocarmos os dentes durante a infância? Vamos explicar!

Por volta dos seis anos, os dentes decíduos (de leite) começam a &ldquocair&rdquo, dando espaço para os novos dentes, os permanentes. ¹

Esse processo dura, geralmente, até os 12 anos e é importante para o crescimento de todos os dentes permanentes (32, incluindo o siso). ¹

Assim, ao se formar totalmente, o dente permanente passa a empurrar o dente de lente, que cai. Essa troca acontece porque, assim como nossa estrutura corporal muda, o organismo entende que os dentes precisam acompanhar esse processo. ¹

Por isso, é comum vermos que os dentes permanentes nascem maiores e aparentemente mais fortes. Porque, de fato, são. ¹

Esse processo deve ser acompanhado por um dentista, para verificar e evitar possíveis problemas na formação dos dentes e seu crescimento.

Além disso, você também pode contar com suplementos alimentares de vitamina D3 que podem ajudar na formação dos dentes, além de também ser benéfico para os ossos.

Addera D3 gotas de 400 U.I, por exemplo, pode ser administrado desde os 0 meses por lactantes e a partir de um ano por crianças, não possui açúcares em sua formulação e ajuda na absorção de cálcio e fósforo. ², além de ser recomendado pela sociedade brasileira de pediatria a dose de 400 UI até 1 ano de idade, e após 1 ano 600 UI por dia de vitamina D.

Quais as vitaminas essenciais na formação dos dentes?

Agora que você já sabe como o dente é formado, vamos explicar a importância de algumas vitaminas em sua formação.

Vitamina D

A vitamina D para formação dos dentes é fundamental, pois ajuda na absorção do cálcio e do fósforo, que assim como a vitamina D, também são importantes. ³

Na fase infantil, a vitamina D se torna mais importante ainda, pois ela ajuda no fortalecimento dos dentes. ³

A deficiência de vitamina D em crianças pode induzir a mineralização dentária defeituosa, ocasionando os defeitos de dentina e esmalte. ³

Então, quando esses defeitos acontecem, aumentam as chances de aparecer e progredir a cárie dentária. ³

Por isso, pode-se dizer que a vitamina D pode ajudar a diminuir as chances de formação de cáries nas crianças. ³

Além disso, segundo diversos estudos, a deficiência de vitamina D também tem sido associada a inflamação gengival e periodontite. ³

Onde encontrar vitamina D?

Você pode obter vitamina D através da ingestão de diversos alimentos ricos dessa vitamina, como ovos, leite e seus derivados, além de peixes, como o salmão.

A vitamina D também pode ser ingerida por meio de suplementação e pode ser encontrada em fórmulas combinadas com cálcio, potencializando o fortalecimento.

Além de alimentação e suplementação, você também pode se expor mais ao sol, já que ele é o principal agente na sintetização de vitamina D. 4

Entretanto, não se esqueça do protetor solar e cuidado com o sol entre às 10 e 16 horas, pois podem fazer mal. 4

Cálcio

Não apenas a vitamina D pode ajudar na formação dos dentes, como também o cálcio, que ajuda os dentes a crescerem mais saudáveis e com maior resistência. 5

E como dito mais acima, o cálcio é melhor absorvido quando ingerido com a vitamina D, pois ela ajuda na absorção desse nutriente. 5

Então, combinar cálcio e vitamina D é excelente para a formação dos dentes. 5

Onde encontrar cálcio?

O cálcio é obtido, principalmente, através de leite e derivados, mas também em vegetais e folhas escuras, como couve e espinafre.

Também pode ser ingerido por suplementação, como em vitaminas e minerais quelatos.

Até aqui, você viu como os dentes são formados, a importância da vitamina D e do cálcio nesse processo. ³, 5

Por isso, caso você esteja com deficiência de algum deles e a suplementação seja indicada por um profissional da saúde, não deixe de procurar por Addera, a vitamina D número 1 do Brasil e a mais recomendada pelos médicos no país. 6, 7

Nossa linha ADDERA + possui diversos suplementos de vitamina D em associação com outros nutrientes imprescindíveis para sua saúde. Confira!

Referências bibliográficas: